jueves, 7 de enero de 2010

Amour




O amor é um animal selvagem
ele morde, ele arranha, e sempre me segue
ele me segura firmemente com mil braços
e me draga para seu ninho de amor

ele me devora todo e se esconde
e me cospe depois de um dia ou um ano
ele deixa ele mesmo cair branco como neve
Do quente para o frio, ele sempre termina em dor

Amour, Amour
Todos sempre querem ter você
Amour, Amour
Preso entre nossos dentes

Amour, Amour
Todos sempre querem ter você
Amour, Amour
Preso entre nossos dentes

O amor é um animal selvagem
ele respira perto de seu pescoço. ele está te caçando
ele descansa em seu coração ferido
Sai a caça com beijos e veles

ele me devora todo e se esconde
e me cospe depois de um dia ou um ano
ele deixa ele mesmo cair branca como neve
Do quente para o frio, ele sempre termina em dor

Amour, Amour
Todos sempre querem ter você
Amour, Amour
Preso entre nossos dentes

O amor é um animal selvagem
Você anda para sua armadilha
ele te encara nos olhos
e você fica enfeitiçado com o encontro de seus olhos

Amor

O Amor é um animal selvagem
Você anda para sua armadilha
ele te encara nos olhos
e você fica enfeitiçado com o encontro de seus olhos

Por favor Por favor, me envenene!
Por favor Por favor, me envenene!
Por favor Por favor, me envenene!
Por favor Por favor, me envenene!

2 comentarios:

  1. Amor ... talvez um conjunto de demências do coração, talvez o fantasma que persegue a dor e as lágrimas que o amor cria na alma ...

    Amor, loucura do coração ...

    beijos etternos

    ResponderEliminar
  2. Amo este tema por la letra! es la posta! :D

    Y la voz de till u_u

    perfecta u_u

    ResponderEliminar